Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul votaram a favor da reintegração de posse do prédio onde desde novembro está a Ocupação de Mulheres Mirabal.

No dia 15 de março foi aprovado por unanimidade o recurso de reintegração de posse da Ocupação Mulheres Mirabal. A decisão da 20ª Câmara do Tribunal de Justiça que deferiu o pedido de reintegração de posse da Ocupação Mulheres Mirabal, onde a justiça sob o único pretexto de defender o direito à propriedade privada, aprovou por unanimidade a desocupação em até 30 dias, podendo ainda esse prazo ser adiantado conforme a vontade do Juiz responsável pelo processo.

A Ocupação Mulheres Mirabal desde novembro de 2016, vem desenvolvendo um trabalho junto a rede de proteção as mulheres vítimas de violência  na capital. O edifício foi ocupado pelas mulheres integrantes do Movimento de Mulheres Olga Benário. Com o objetivo de criar em Porto Alegre um espaço de referência, atendimento e acolhimento de mulheres vítimas de violência.

Confira a reportagem do Sul21:

http://www.sul21.com.br/jornal/desembargadores-votam-a-favor-de-reintegracao-de-posse-na-ocupacao-mirabal/